O que são jogos AAA?

AAA? AA? Jogos B? O que são essas letras? Aqui a gente tenta explicar e entender um pouco mais sobre essa sopa de letrinhas.
Leonardo Stein Antunes Santos
Publicado em 31/07/2019 21:59

É muito comum os gamers definirem um jogo como AAA (triple-A), AA (double-A), A, B... Se referindo aos games como um tipo de categoria de acordo com a letra que eles são colocados. Claro que isso não é algo necessariamente formal da indústria, é algo mais do linguajar dos gamers e como se referem aos games. Esses termos começaram no fim da década de 90, quando alguns desenvolvedores começaram a se referir sobre alguns jogos como AAA, e a moda pegou principalmente na 7ª geração de consoles (PS3, Xbox 360, etc).

Mas, você sabe o que exatamente significa isso?

Muitas pessoas apenas falam que “sabem” o que é um AAA simplesmente por saber, mas existe uma certa lógica por trás disso.

Jogos AAA são jogos que sugam tudo ou grande parte do orçamento de onde eles são desenvolvidos. São jogos onde são colocados muitos esforços para garantir que tenha uma boa história, jogabilidade, gráficos, som, modo online etc. Por consequência, é muito comum os AAAs terem as melhores notas dos gamers e sites especializados, recebendo nota 8 para cima. Como é investido muito dinheiro neles, o marketing deles também é bem presente e agressivo, o que causa um hype nos gamers e geralmente vendem bem. Eles seriam equivalentes aos grandes filmes de cinema

Alguns games/series que temos de exemplos AAA são GTA V, Uncharted 2, Halo, Skyrim, Gears God of War, Battlefield, Call of Duty, etc.

Depois dos famosos AAA, temos os AA. Esses games não chegam a consumir tanto o valor da empresa, tendo um orçamento menor. Eles não têm gráficos, história, som, jogabilidade etc. TÃO BONS quantos os AAA, mas não quer dizer que não sejam menos divertidos que os AAA.  Algumas pessoas dizem que os melhores AA são iguais aos “piores” AAA. Eventualmente, os games dessa categoria são cópias dos primeiros, mas não é uma regra. Nas notas, eles recebem um 7 – 8. Claro que não é regra, existem diversos AA muito divertidos, que ganham mais atenção que os AAA por diversos motivos. Comparando a filmes, eles poderiam ser aqueles filmes “fillers” de cinema. Que estão em cartaz, mas não são os GRANDES atrativos as vezes, mas, de novo, não quer dizer que sejam ruins (afinal, convenhamos, tem muito AAA que sai bem ruinzinho).

Exemplos de AA são Borderlands, Bayonetta, Darksiders, inFamous, etc.

E daí temos os jogos A, B etc. que são jogos menores. As vezes eles têm ótimas ideias, mas são mal executados e tornam os jogos meia boca. As vezes eles parecem visualmente INCRÍVEIS, mas tem uma jogabilidade, história que não compensa. Ou as vezes eles têm tudo, mas num nível muito menor que os outros. Alguns exemplos são RPGs e JRPGs mal executados, alguns indies...

Ah claro, indies. Eles são um caso à parte, já que como não tem tantos recursos como grandes produtoras, seus recursos ficam mais limitados. Ainda assim, existem diversos indies MUITO bons (e podem ser “classificados” como alguns sites na internet como III).

Mas isso é apenas para classificar os games de uma maneira em relação ao desenvolvimento e investimento em suas produções. Claro que a graça dos games varia de cada um, já que todos temos experiencias diferentes com games, podendo amar uns e odiar outros.

É aquele velho ditado: nem tudo que reluz é ouro.

Comentários
Para comentar é necessário estar logado.
Nenhum Comentário Encontrado