Sony quer mais estúdios!

A Sony já tem diversas produtoras sob as asas, mas ela quer mais antes do lançamento da próxima geração.
Leonardo Stein Antunes Santos
Publicado em 02/07/2019 11:17

Todo mundo já ouviu falar na “guerra de console”. Embora seja um termo um tanto quanto desnecessário (afinal, todos os consoles tem seus pontos positivos e negativos, tem exclusivos etc.), sabemos que os jogos fazem parte importante na hora de escolher qual novo console comprar.

A Microsoft, para conseguir garantir o seu (e lucrar, claro), tem adquirido estúdios atrás de estúdios para produzir games exclusivos para a linha Xbox (ou que pelo menos em primeiro momento saiam para a família Xbox, como foi o caso de Rise of Tomb Raider, que saiu em 2015 primeiro para Xbox 360 e Xbox One e um ano depois para o PS4) ou que saiam para todas as plataformas.

Alguns estúdios como a Double Fine Productions (Broken Age, Psychonauts, Grim Fandango), Obsidian Entertainment (South Park: The Stick of Truth, Skyforge, Fallout: New Vegas), Ninja Theory (Heavenly Sword, DMC: Devil May Cry, Disney Infinity 3.0), Rare (Sea of Thieves, exclusivo) e Undead Labs (série State of Decay) já fazem parte da Xbox Game Studios (antes Microsoft Studios).

E claro, a Sony não quer ficar para trás. A Sony, claro, já tem alguns estúdios na sua SIE Worldwide Studios (Sony Interactive Entertainment Worldwide Studios), como por exemplo, a Naughty Dog responsável por jogos como as séries Uncharted e The Last of Us, mas ela quer mais. Em entrevista a Nikkei, o presidente executivo da Sony Jim Ryan disse que conteúdo é mais importante do que nunca, e a empresa pretende se co-fundir com mais estúdios antes do lançamento da próxima geração.

Ele cita principalmente a mudança de novos ares na indústria dos games e o surgimento de novos concorrentes como o Google Stadia para essas mudanças.  

Claro que nenhuma das duas empresas falta de conteúdo bom. Mas hey, quanto mais, melhor! Essa entrada de novos concorrentes aquece a corrida e “força a mão” das empresas a produzir conteúdos de maior qualidade – quem ganha somos nós.

O presidente ainda reforça a ideia que a empresa quer atrair mais jogadores hardcore para o PS5, então a notícia que eles estão buscando novos estúdios tem lógica.

Fonte: Gaming Bolt
Comentários
Para comentar é necessário estar logado.
leostsantos
02/07/2019 11:19
Esse termo, guerra de consoles é besta. Todos os consoles são ÓTIMOS. Queria eu poder ter todos eles ehehehe (Cries in sem dinheiro language)